7 de dezembro de 2011

no more of you.

quando passares, vou fingir que não te vi. quando falares, vou fingir que não ouvi. quando sorrires, vou fingir que não me importo com a tua felicidade. quando caires, vou fingir que não quero ajudar-te a levantar. quando leres aqueles romances em língua portuguesa, vou fingir que não quero que as personagem sejam nós na vida real. quando olhares para mim, vou fingir que não quero olhar para ti. quando pedires para acreditarem em ti, vou fingir que não quero estar lá ao teu lado a dizer-te ao ouvido: 'deixa, ainda me tens a mim'. e sabes, um dia vou párar de fingir. e nesse dia, estarás esquecido. de vez.
Finito.

Sem comentários: